Você está em - Home - Artigos - Avaliação de desempenho ultra-sonografista medida da translucência nucal medida - de tendência central e dispersão.

Avaliação de desempenho ultra-sonografista medida da translucência nucal medida - de tendência central e dispersão.

Para avaliar centro e sonographer medida da translucência nucal (TN) as medições que foram realizadas como parte da rotina de triagem pré-natal para síndrome de Down.
Sonographers foram avaliadas por medidas de tendência central e dispersão, comparando-os com mediana da população esperado e parâmetros de dispersão. Medições NT foram convertidos para múltiplos de os valores esperados de acordo com a NT CRL (NTMoM) e transformados para a sua log (10) equivalente (log (10) NTMoM). Tendência central e medição foram avaliados verificando se a mediana da distribuição NTMoM e SD das distribuições de log (10) NTMoM foram, respectivamente, dentro de 5% ou 10% da mediana esperado de 1 e SD de 0,1. Avaliação foi realizada usando tanto o Centro de Medicina Fetal e específica Foundation (FMF) de referência para a NT Crown comprimento da garupa (CRL).
O MoM NT mediana foi de 0,95 MoM usando a referência FMF e 1,01 MoM quando avaliados através do nosso centro mediana de referência específica. A diferença entre o centro ea FMF derivado NT MoMs foi estatisticamente significativa (p <0,0001). Medianas NTMoM aumentou ao longo do tempo a uma taxa de 0,0099 MoM por ano, enquanto log (10) NT dispersement medição MoM foi semelhante ao valor 0,1 esperado e diminuiu 0,0048 por ano.
Centros devem rotineiramente monitorar a qualidade das medições NT utilizados para estimar o risco de Down síndrome de triagem e deve fornecer feedback individualizado para ultrassonografistas de suas medidas de tendência central e dispersão para assegurar um desempenho consistente e melhor. Medianas de referência NT adotadas de outras populações devem ser avaliados e validados contra uma distribuição de medição próprios centros.

Fonte: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21265719



Texto Original

To assess center and sonographer nuchal translucency (NT) measurements that were performed as part of routine prenatal screening for Down syndrome.
Sonographers were assessed for measures of central tendency and dispersion by comparing them with expected population median and dispersion parameters. NT measurements were converted to multiples of the expected NT values according to CRL (NTMoM) and transformed to their log(10) equivalent (log(10) NTMoM). Central tendency and measurement were assessed by checking whether the median of the NTMoM distribution and SD of the log(10) NTMoM distributions were, respectively, within 5% or 10% of the expected median of 1 and SD of 0.1. Assessment was performed using both the Center specific and Fetal Medicine Foundation (FMF) reference NT for Crown rump length (CRL).
The median NT MoM was 0.95 MoM using the FMF reference and 1.01 MoM when assessed using our center specific reference median. The difference between the center and FMF derived NT MoMs was statistically significantly (p < 0.0001). NTMoM medians increased over time at a rate of 0.0099 MoM per year while log(10) NT MoM measurement dispersement was similar to the 0.1 value expected and decreased by 0.0048 per year.
Centers should routinely monitor the quality of NT measurements used to estimate Down syndrome screening risk and should provide individualized feedback to sonographers of their measures of central tendency and dispersion to ensure consistent and improved performance. NT reference medians adopted from other populations should be assessed and validated against a centers own measurement distribution.

Desenvolvimento WSB